Medjournal - Editora de Publicações Médicas Periódicas

Biomarcadores e sequência de tratamento no Cancro do Ovário em destaque na participação da GSK no 16º Congresso Nacional de Oncologia da Sociedade Portuguesa de Oncologia

 

  • Maioria dos diagnóstico de cancro do ovário surge já em fase avançada[1]
  • Todos os anos, mais de 300 mil mulheres são diagnosticadas com cancro do ovário, em todo o mundo[2]
  • Taxa de mortalidade elevada (mais de metade dos casos)[3]
  • Cancro do ovário é o oitavo mais comum em mulheres de todo o mundo e as mulheres com esta doença têm uma taxa de sobrevivência de cinco anos inferior a 50%[4]
  • 600 mulheres portuguesas diagnosticadas anualmente com cancro do ovário[5]

 

Os biomarcadores e a sequência de tratamento no cancro do ovário vão ser o tema do simpósio GSK no 16º Congresso Nacional de Oncologia, promovido pela Sociedade Portuguesa de Oncologia (SPO), no dia 28 de novembro, entre as 14h00 e as 15h00, no Centro de Congressos do Estoril.

Os biomarcadores são essenciais para a personalização do tratamento, pois ajudam a identificar quais os tratamentos que funcionam melhor em cada tipo de tumor. Os biomarcadores podem ajudar a avaliar a eficácia do uso de determinado tratamento e as combinações de terapêuticas possíveis. Num cancro como o do ovário, em que 80% das mulheres diagnosticadas está numa fase avançada e em que 85% das mulheres vão ter uma recidiva a dois anos, torna-se essencial mudarmos o paradigma de tratamento, para sermos o mais bem-sucedidos possível na redução de recidivas da doença”, afirma a Dra. Noémia Afonso, Oncologista do Hospital de Sto. António.

Estamos muito confiantes com a nossa participação no Congresso Nacional de Oncologia da Sociedade Portuguesa de Oncologia. Acreditamos que vai ser uma oportunidade fantástica para interagir com os profissionais de saúde e explorar formas de colaboração mais próximas. Queremos, essencialmente, ouvir os profissionais de saúde, compreender as suas necessidades e encontrar caminhos para estabelecer parcerias sinérgicas, que se traduzam em outcomes positivos para os doentes”, explica a Dra. Rosana Cajal, Diretora Médica da GSK Portugal.

O simpósio GSK “Biomarcadores e a Sequência de Tratamento em Cancro do Ovário” vai abordar temas como Tratamento de Manutenção em Cancro do Ovário após recorrência: Clínica diária e aspetos práticos; Que mais poderá o tratamento de manutenção trazer? State of the Art e perspetivas futuras; e Sequência de tratamento: Qual o futuro da prática clínica no tratamento do Cancro do Ovário?

 

Sobre o cancro do ovário

Aproximadamente 300 mil mulheres são diagnosticadas com cancro do ovário a cada ano, sendo a oitava causa mais frequente de morte por cancro entre as mulheres. Apesar das altas taxas de resposta à quimioterapia, à base de platina no cancro do ovário, avançado da segunda linha de tratamento, aproximadamente 85% das doentes terão uma recidiva da sua doença no espaço de dois anos. As opções de tratamento em linhas tardias para doentes com cancro do ovário são poucas, com a proporção de doentes que atingem uma resposta geral normalmente inferior a 10%, quando tratadas com quimioterapia.

 

GSK Oncologia

A GSK está focada em maximizar a sobrevivência das pessoas que vivem com cancro, através do desenvolvimento de medicamentos transformadores. O pipeline da GSK foca-se nas vertentes de imuno-oncologia, terapia celular, letalidade sintética e epigenética do cancro. O nosso objetivo é alcançar um ritmo sustentável de novos tratamentos, baseados num portfólio diversificado de medicamentos sob investigação, com recurso a pequenas moléculas, anticorpos, conjugados anticorpo-fármaco e células, quer isoladamente ou em combinação.

 

Sobre a GSK

A GSK é uma multinacional farmacêutica, impulsionada pela ciência e inovação, com um propósito especial: ajudar as pessoas a fazerem mais, sentirem-se melhor e viverem mais tempo. Com uma história que começou há 300 anos atrás, a GSK emprega mais de 100 pessoas em Portugal na área farmacêutica. A sua ambição é ser uma das empresas farmacêuticas mais inovadora, com melhor performance e de maior confiança do mundo. Para saber mais: www.gsk.pt.

 


[1]Noémia Afonso, oncologista no Hospital de Santo António, no Porto, in https://www.cmjornal.pt/sociedade/detalhe/mais-de-400-mulheres-morreram-de-cancro-nos-ovarios-em-2018 a 25.11.2019

[2] in press release Estudo PRIMA

[3] https://observador.pt/2019/09/28/cancro-do-ovario-risco-de-recaida-caiu-40-com-novo-tratamento-testado-em-espanha/ a 25.11.2019

[4] Dr. Hal Barron, Chief Scientific Officer and President R&D in press release Estudo PRIMA

[5] https://www.dn.pt/sociedade/cancro-do-ovario-leva-a-morte-de-cerca-de-30-mulheres-todos-os-meses-em-portugal-7583386.html a 25.11.2019

©2013 copyright Medjournal - Editora de Publicações Médicas Periódicas
Lusodados - Criação de websites