Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade e o uso de cookies ACEITAR
Quarta, 15 de Setembro de 2021

Administradores hospitalares promovem aceleração tecnológica na saúde

A Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH) disponibiliza três novos módulos de formação integrados no seu Programa de Aceleração Tecnológica na Saúde. Esta formação aposta numa forte componente prática, com a apresentação de case studies de sucesso, que incluem unidades hospitalares de diferentes regiões do país.

Os novos módulos focam-se em diferentes temas: Teleconsulta: como planear e implementar; Telemonitorização: como planear e implementar e Telereabilitação: como planear, implementar a promover a integração de cuidados.

“A pandemia veio acelerar um processo que já tinha sido iniciado, que impôs a utilização da tecnologia na prática clínica, como forma de aproximar os doentes e os profissionais de saúde. No entanto, para que estas soluções possam ser implementadas e ao alcance de todos, é fundamental que tanto os profissionais de saúde como os utentes estejam preparados para a sua utilização”, esclarece Alexandre Lourenço, presidente da APAH.

Ainda de acordo com o presidente da APAH “a telessaúde vem permitir aos doentes e aos seus cuidadores um papel muito mais ativo na gestão da sua doença e da sua saúde. Para tal é fundamental a aposta na literacia em saúde. Quanto maior for o envolvimento do doente, melhor será a sua adesão e resposta ao que lhe é solicitado. Esta nova realidade, que acreditamos que veio para ficar, empodera o doente na gestão da sua própria saúde”.

“A utilização da telessaúde não vem substituir o contacto pessoal e a consulta presencial sempre que seja realmente necessária. No entanto, em muitas situações, a telessaúde permite um acesso mais equitativo a diferentes especialidades, aproximando os utentes e os profissionais, mas também os diferentes níveis dos cuidados de saúde”, salienta Patrícia Loureiro, Coordenadora da Unidade de Acompanhamento de Projetos de Telessaúde - Direção do Centro Nacional de TeleSaúde - SPMS.

Esta formação procura dotar os profissionais de saúde de ferramentas que lhes permitam utilizar plenamente as mais-valias da telessaúde, dando a conhecer exemplos concretos de como diferentes serviços se adaptaram e articularam a esta realidade, como modelos para outras unidades em que a telessaúde ainda não esteja implementada. Simultaneamente, procura sensibilizar os utentes para a possibilidade de beneficiarem destes serviços, sendo a formação aberta a todos os que tenham interesse nesta temática.

Trata-se de uma formação gratuita, promovida pela Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares e pelos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, que conta com o apoio da Novartis. Os conteúdos estão disponíveis no site da APAH, no âmbito da sua Academia Digital. Os dois primeiros módulos de formação do Programa de Aceleração Tecnológica na Saúde contaram até agora com mais de 100 participantes cada um.