Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade e o uso de cookies ACEITAR
Sexta, 05 de Agosto de 2022

Serviço de Cardiologia do CHUC realiza procedimento pioneiro

Foi realizada, no passado dia 27 de julho, no Serviço de Cardiologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), uma angioplastia coronária de alto risco sob suporte com o dispositivo iVac 2L, procedimento pioneiro a nível nacional.

Lino Gonçalves, diretor do Serviço de Cardiologia, refere que “as angioplastias são consideradas de alto risco quando envolvem elevada complexidade das lesões coronárias, má função cardíaca e instabilidade clínica. Nessas situações, as intervenções coronárias deverão ser realizadas com apoio de um dispositivo que permita dar suporte ao ventrículo esquerdo caso o coração entre em falência durante o procedimento.”

O dispositivo iVac 2L é um cateter de lúmen simples que permite a circulação do fluxo sanguíneo de modo bi-direcional e conta com uma válvula mecânica que abre e fecha para direccionar o fluxo. Lino Gonçalves explica que este dispositivo de assistência ventricular mecânica “funciona de forma pulsátil e síncrona com os batimentos cardíacos, aspirando sangue do ventrículo esquerdo na sístole e ejectando-o para a aorta na diástole, aumentando, assim, o débito cardíaco. Este sistema permitiu realizar a intervenção coronária de forma mais segura e com sucesso”.

A equipa foi constituída pelos cardiologistas, Marco Costa (Coordenador da Unidade de Intervenção Cardiovascular do Serviço de Cardiologia) e Luís Leite, pelos técnicos Susana Margalho e Fernando Arede e pelo enfermeiro Filipe Correia.