Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade e o uso de cookies ACEITAR
Segunda, 26 de Julho de 2021

Sioslife e Medtronic assinalam Dia Mundial dos Avós com parceria na área da estenose aórtica

A propósito do Dia Mundial dos Avós, que se assinala a 26 de julho, a Sioslife, que oferece soluções tecnológicas para que os idosos tenham acesso a comunicação, assistência e entretenimento de forma simples, interativa e rápida, e a Medtronic, uma das maiores empresas globais em tecnologia, serviços e soluções médicas, juntam-se para sensibilizar a população dos lares de terceira idade, cuidadores e familiares para a estenose aórtica. Os conteúdos estarão disponíveis nas plataformas Sioslife e contêm explicações sobre o que é a estenose aórtica e quais as consequências, os sintomas, o diagnóstico e os tratamentos desta doença, que afeta principalmente pessoas acima dos 70 anos.

Na plataforma Sioslife, presente em 361 instituições e com mais de 5000 utilizadores seniores, já estão disponíveis histórias de doentes que foram diagnosticados e receberam tratamento, contadas na primeira pessoa.

A estenose aórtica afeta cerca de 32 mil portugueses, podendo ser fatal se não for detetada a tempo. Quando há uma estenose, a válvula aórtica não abre completamente e vai ficando cada vez mais estreita, impedindo o fluxo normal do sangue. Consequentemente, acaba por limitar as capacidades dos afetados, a maioria com mais de 70 anos, e a sua qualidade de vida. Os sintomas habituais são cansaço, dor no peito e desmaios.

“A estenose aórtica é uma das doenças mais comuns das válvulas do coração. Na idade dos avós, acima dos 70 anos, mas principalmente depois dos 80, a válvula aórtica pode ter um processo de espessamento e obstrução. A esta doença chama-se estenose aórtica. É uma doença durante anos silenciosa ou com sintomas que são muitas vezes atribuídos à idade, como o cansaço. Mas quando este cansaço é desajustado ou tem aumentado nos últimos meses, existem desmaios ou sincopes ou os doentes começam a referir dores no peito quando fazem esforços, é importante procurar um cardiologista para proceder a um diagnóstico atempado e um tratamento adequado”, explica o Professor Lino Patrício, cardiologista de intervenção no Centro de Responsabilidade Cérebro-cardiovascular do Hospital do Espírito Santo, em Évora.

Como tal, é crucial que seja realizado um diagnóstico e tratamento precoces, evitando consequências mais graves. O tratamento passa então pelo implante de uma nova válvula cardíaca, que pode ser feito através de uma cirurgia convencional ou de tratamento percutâneo (TAVI). Este último consiste na realização de uma técnica minimamente invasiva que surge como alternativa à cirurgia cardíaca de peito aberto, diminuindo os riscos associados ao procedimento e os cuidados pós-operatórios.

Através de conteúdos educativos sobre a estenose aórtica que incluem explicações sobre os sintomas e tratamentos desta patologia, bem como vídeos de testemunho de doentes, o objetivo passa por munir todos os idosos de um conhecimento mais aprofundado sobre esta doença. No Dia Internacional da Pessoa Idosa, que se assinala a 1 de outubro, será realizada uma sessão de esclarecimento através da plataforma e com streaming no Facebook, Youtube e outras redes sociais da Sioslife.