Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade e o uso de cookies ACEITAR
Sexta, 30 de Abril de 2021

Estudante da Universidade de Coimbra vence Prémio Francisco Tavares Rosa

Bruna Coelho, aluna do Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), e membro da rede de pesquisa internacional Sci-Tech Asia, venceu o Prémio Francisco Tavares Rosa com um ensaio sobre o transtorno mental na sociedade portuguesa.

Instituído pela família de Francisco Tavares Rosa, o prémio é promovido pelo Departamento de Antropologia da Escola de Ciências Sociais e Humanas do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE) e visa distinguir anualmente trabalhos na área científica da Antropologia sobre o transtorno mental em Portugal.

O prémio distingue trabalhos de estudantes, «individuais ou coletivos, de todos os ciclos de formação em Antropologia de instituições de ensino portuguesas, que incidam sobre o transtorno mental na sociedade portuguesa».

No trabalho vencedor da edição deste ano, intitulado “Uma Imagem Vale Mais que Mil Palavras: Utilização de Brain Imaging em Livros de Autoajuda”, Bruna Coelho explora o papel das Brain Images produzidas por tecnologias de imagem digital na atribuição de autoridade aos discursos presentes nos livros de autoajuda.

Bruna Coelho está atualmente a desenvolver um projeto de mestrado de antropologia social-cultural na FCTUC sob a orientação do docente Gonçalo D. Santos, designado: “Public Toilets in the Feminine: Portuguese Female Users' Perspectives on Public Toilets and the International Movement Calling for Adoption of Gender Norms”.

A cerimónia de atribuição do prémio realiza-se hoje, 30 de abril, às 18 horas, em formato online, através da plataforma Zoom: https://videoconf-colibri.zoom.us/j/85947486273?pwd=MTByWVJ5VjhvZ01QQUlEZWRJYkNyZz09.