Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade e o uso de cookies ACEITAR

Ajude a concretizar o sonho de ter um filho apenas com um número

Defender os direitos de pessoas com problemas de fertilidade, informar sobre a necessidade da prevenção e da preservação da fertilidade e desenvolver iniciativas para alargar os apoios a quem tem o sonho de constituir uma família são algumas das ações que a Associação Portuguesa de Fertilidade (APFertilidade) desenvolve há 15 anos. Desde a sua fundação tem tido o apoio dos associados e este ano espera contar também com a ajuda de todos através da consignação de 0,5% do IRS.

Um gesto muito simples e sem custos. Basta que, no momento do preenchimento da declaração de IRS, adicione o NIF 507 724 216 no quadro 11 do modelo 3 para poder apoiar os casais na sua luta contra os problemas de fertilidade, quer pela impossibilidade de conceber naturalmente uma criança, quer pelas consequências emocionais que surgem, como ansiedade, stress e depressão.

Reconhecida pela Organização Mundial de Saúde, estima-se que a incidência da infertilidade se situe entre entre os 10% a 15% da população em idade reprodutiva, afetando um número crescente de pessoas em todo o mundo. Um problema cuja escala exige ação concertada por parte das diversas entidades envolvidas na área da saúde e do apoio social.

Cláudia Vieira, presidente da APFertilidade, confirma a urgência do trabalho realizado pela associação, e que é necessário fazer chegar a cada vez mais mulheres e homens. A consignação do IRS é uma das formas de a associação ter uma ajuda para que estes casais possam concretizar o seu projeto de parentalidade. ”É um ato simples, sem custos, e que pode ajudar uma família a crescer. Essa ajuda é necessária para dar orientação para os cuidados médicos necessários, para os tratamentos, para que se chegue ao apoio psicológico tão importante para quem lida com um diagnóstico difícil, mas que pode ter uma solução”.