Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade e o uso de cookies ACEITAR

Quinta, 08 de Outubro de 2020

APED lança questionário “Dor Crónica em tempos de pandemia”

"A pandemia afectou os seres humanos em diversos aspectos e tentar perceber o seu impacto nos doentes com Dor Crónica é fundamental para melhorar e priorizar o seu tratamento.", refere a Dra. Nádia Andrade, Diretora da Unidade de Dor da Unidade Local Saúde Alto Minho, que, em parceria com a Dra. Rita Moutinho, Anestesiologista da Unidade de Tratamento de Dor do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho e Secretária da Direcção APED, e em colaboração com a APED, criaram o questionário “Dor Crónica em Tempos de Pandemia - O Impacto do Distanciamento Social e do Confinamento devido à pandemia SARS-COV-2/COVID-19”.

Segundo a Dra. Rita Moutinho, “perceber a forma como os doentes com dor crónica foram afectados na sua saúde, e identificar parâmetros que possam ser corrigidos/melhorados na eventualidade de um confinamento futuro é essencial para ajustarmos a forma como prestamos cuidados de saúde continuados de forma mais eficaz e eficiente mesmo em situações de crise”.

A recolha de dados junto da população afetada pela Dor Crónica é fundamental para apoiar o conhecimento cientifico e, dessa forma servir de base a um planeamento sustentado em factos e evidências.

O questionário está a ser divulgado pela APED junto das unidades de dor, associações de profissionais de saúde e de doentes, assim como do público em geral, através dos seus canais de comunicação.

O questionário é totalmente anónimo e, para participar, basta aceder ao link http://bit.ly/questionarioaped_dorecovid19_aped. O tempo estimado para o seu preenchimento é de 10 minutos.

Sobre a APED

A Associação Portuguesa para o Estudo da Dor (APED) tem como objetivos promover o estudo, o ensino e a divulgação dos mecanismos fisiopatológicos, meios de prevenção, diagnóstico e terapêutica da dor em Portugal, de acordo com os parâmetros estabelecidos pela International Association for the Study of Pain e pela Organização Mundial de Saúde. Para mais informações: www.aped-dor.org.

Sobre as Autoras

Dra. Nádia Andrade

Anestesiologista; Coordenadora da Unidade Terapêutica de Dor e Co-Responsável da Unidade de Dor Aguda Pós-Operatória da Unidade Local de Saúde do Alto Minho

Dra. Rita Moutinho

Membro da Direção da APED, Anestesiologista e Responsável pela Unidade de Dor Aguda do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNGE)