Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade e o uso de cookies ACEITAR
Segunda, 26 de Fevereiro de 2024

Diagnóstico de malária, modelos de cirurgia 3D e tijolos reciclados vencem Programa de Empreendedorismo da NOVA FCT

  • Na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade NOVA de Lisboa | NOVA FCT, as equipas finalistas entre os mais de mil participantes apresentaram projetos tecnológicos e científicos com soluções concretas para problemas reais da sociedade.
  • Em destaque, os três principais vencedores: um teste rápido de diagnóstico de Malária, uma das doenças mais antigas do mundo; uma plataforma de planeamento cirúrgico com modelos 3D; e uma solução que transforma resíduos de construção em tijolos reciclados.

A Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade NOVA de Lisboa | NOVA FCT anunciou os três projetos vencedores da 12.ª edição do Programa de Empreendedorismo, um dos maiores programas universitários em Portugal nesta área: um teste rápido de diagnóstico de Malária; uma plataforma de planeamento cirúrgico com modelos 3D; e uma solução que transforma resíduos de construção em tijolos reciclados, foram os projetos em destaque na edição deste ano.

Depois de cinco semanas intensas de trabalho, durante as quais os mais de mil alunos do programa tiveram acesso a sessões de mentoria com o objetivo de criar projetos tecnológicos e científicos que apresentassem soluções concretas para problemas reais da sociedade, foram finalmente conhecidos os grandes vencedores. O Grande Auditório do Campus de Caparica na NOVA FCT foi o palco onde as 12 equipas finalistas do programa disputaram os três prémios monetários, no valor de 2.000 euros para o 1.º lugar, 1.000 euros para o 2.º lugar e 500 euros para a equipa que ficar em terceiro lugar no pódio; além dos prémios corporativos das empresas parceiras.

O vencedor do primeiro lugar do Programa de Empreendedorismo foi o ‘Malaria Sense’, um teste rápido de diagnóstico para a malária, uma das doenças mais antigas do mundo. Em 2022 foram contabilizados 249 milhões casos e 600 mil mortes. O teste em papel utiliza uma tecnologia de aptâmeros que, com apenas uma gota de sangue, deteta a malária em poucos minutos. A solução de diagnóstico imediata e sustentável convenceu o júri composto por cientistas e empreendedores nacionais.

Em segundo lugar, ‘OperateInSight’ apresentou uma visão do que pode ser o futuro da cirurgia: a equipa de alunos da NOVA FCT sugeriu uma plataforma de planeamento cirúrgico que permite criar modelos de três dimensões adaptados a cada doente e simular cirurgias em realidade virtual.

O terceiro prémio foi entregue à equipa da ‘WasteWise Innovations’, que concebeu uma solução para a economia circular no setor da construção, um dos setores mais relevantes na economia portuguesa com uma considerável pegada de produção de resíduos. Em 2021, o setor da construção era identificado como o principal produtor de resíduos na Europa, segundo dados do Eurostat. Este setor foi o responsável por 34% dos resíduos originados na região ( o segundo setor mais poluente é a Indústria Extrativa com 28%).. ‘WasteWise Innovations’ pretende transformar os resíduos da construção em tijolos reciclados, criando um ciclo de atividade sustentável.

Além dos grandes vencedores, as empresas ASSECO, Deloitte, EY, Jerónimo Martins, MEXT: Mota-Engil Next, NOS e NTT Data, cujos representantes constituíram o painel de júri, premiaram outros projetos com 1.500 euros para cada equipa. Em destaque: uma tecnologia aplicada no joelho que gera energia ao longo do dia; uma faixa que previne a dor lombar com recurso a Inteligência Artificial; uma plataforma de planeamento cirúrgico que permite criar modelos 3D adaptados a cada doente e simular cirurgias em realidade virtual; ou um penso inteligente com biossensores que monitoriza o processo de cicatrização para pacientes em regime de pós-operatório ambulatório.

O Programa de Empreendedorismo da NOVA FCT demonstrou, novamente, que a faculdade não deve ser apenas um espaço de ensino tradicional, mas um verdadeiro hub criativo e empreendedor, onde nascem os futuros cientistas e engenheiros de Portugal”, reflete Fernanda Llussá, uma das responsáveis pela coordenação do programa. Apenas neste tipo de atividades extra-curriculares, que neste caso se inserem no Perfil Curricular da NOVA FCT, com processos de mentoria e ligação às empresas, e com critérios rigorosos que ajudam a identificar ao certo qual o potencial, inclusive financeiro, de determinada inovação, é que os alunos podem compreender verdadeiramente o impacto real que podem ter na sociedade portuguesa”.

O Programa de Empreendedorismo da NOVA FCT realizou-se ao abrigo do PRR - Plano de Recuperação e Resiliência e pelos Fundos Europeus NextGeneration EU (https://recuperarportugal.gov.pt/). Mais informações sobre o Programa de Empreendedorismo da NOVA FCT aqui:

https://empreendedorismo2024.pt/