Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade e o uso de cookies ACEITAR
Sexta, 19 de Novembro de 2021

Luís Portela recebe chave da Trofa no dia do município

Luís Portela, presidente da Fundação BIAL, recebeu esta tarde, pelas 17 horas, a Chave da Cidade da Trofa. A distinção será feita durante a sessão solene evocativa do 23º aniversário do município e tem lugar no Fórum Trofa XXI.

É a primeira vez que a chave da cidade é entregue e a decisão, tomada por unanimidade em reunião de Câmara, tem por base “o currículo pessoal, profissional, empresarial, cívico e científico de Luís Portela, o seu prestígio nacional e internacional, a sua notoriedade no contexto académico português e internacional, o seu enorme contributo para o desenvolvimento da ciência e da investigação em Portugal e no mundo, como Fundador e Presidente da Fundação Bial, instituição internacional, aclamada em vários países, que apoia e permite o progresso da ciência, do conhecimento e da investigação na área da saúde e por ter sido o timoneiro da projeção mundial da maior farmacêutica portuguesa, BIAL, localizada em São Mamede do Coronado (Trofa), desde 1996”.

A chave da cidade é o mais alto reconhecimento do município e o presidente da Câmara Municipal, Sérgio Humberto, considera ser “uma honra para a Trofa estar ligada a um cidadão altruísta, humanitário e filantropo como Luís Portela, que além da relação que criou com o Concelho da Trofa, ao longo dos 23 anos da sua existência, é hoje seguramente, uma individualidade de renome nacional e internacional”.

Licenciado em Medicina pela Universidade do Porto, em 1979 Luís Portela desligou-se da carreira médica e universitária para assumir a presidência da BIAL, liderando a sua transformação numa farmacêutica internacional de inovação com o lançamento a nível global dos primeiros medicamentos de investigação portuguesa: um antiepilético e um antiparkinsoniano. Em 2021, Luís Portela retirou-se da vida profissional para se dedicar à Fundação BIAL, aos seus livros e à família.

Às qualidades empresariais, Luís Portela junta um conjunto de atividades filantrópicas e de apoio à ciência em Portugal, nomeadamente através da Fundação BIAL, instituição mecenática de utilidade pública, criada em 1994 por BIAL, em conjunto com o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas, com a missão de incentivar o estudo científico do ser humano, tanto do ponto de vista físico como espiritual.

Esta distinção vem juntar-se aos inúmeros prémios e distinções que o Presidente da Fundação BIAL recebeu ao longo de toda a sua carreira. Foi agraciado com três condecorações do Estado Português: Comendador da Ordem do Mérito, Grã-Cruz da Ordem do Mérito e Grã-Cruz da Ordem da Instrução Pública. Foi distinguido com quatro doutoramentos Honoris Causa, pelas Universidades de Cádis, Porto, Coimbra e Lisboa. No decorrer deste ano foi agraciado com a Medalha de Mérito Científico do Ministério da Ciência e com a Medalha de Mérito em Gestão dos Serviços de Saúde da Ordem dos Médicos.